Conhecimento

Wednesday, March 22, 2006

Faculdade de Tecnologia e Ciências


Rennan Calixto Rodrigues - Hipermídia / 3° Semestre

Tuesday, March 21, 2006

MÉTODO


MÉTODO
Seqüência lógica de procedimentos ou operações para se realizar determinada tarefa ou atingir determinado objetivo.

MÉTODO INDUTIVO


MÉTODO INDUTIVO
O método de Galileu Galilei.
Indução experimental consiste na formulação de Leis Gerais aplicadas a toda uma categoria de entes através da observação de certo número de casos particulares.

Etapas da Indução Experimental:
1 . Observação
4. Verificação
2. Análise
5. Generalização.
3. Indução.
6. Confirmação.

O método de Francis Bacon.
"A autêntica demonstração sobre o que é verdadeiro ou falso somente é proporcionada pela experimentação".
Coincidências constantes, parte da constatação de que o aparecimento de um fenômeno tem uma causa necessária e suficiente.
ANTECEDENTE CAUSAL ---> FENÔMENO
Regras de experimentação segundo FRANCIS BACON.
- Alargar a experiência;
- Variar a experiência;
- Inverter a experiência;
- Recorrer aos casos da experiência.

MÉTODO DEDUTIVO


MÉTODO DEDUTIVO
DESCARTES. O método dedutivo é um método lógico que pressupõe que existam verdades gerais já afirmadas e que sirvam de base (premissas) para se chegar através dele a conhecimentos novos.
Sua estrutura básica é visualizada no exemplo abaixo:
Todos mamíferos são vertebrados ---------> Premissa maior
Ora, todos os homens são mamíferos -------> Premissa menor
Todos os homens são vertebrados ------------> Conclusão

Na dedução se as premissas são verdadeiras a conclusão será sempre verdadeira.
Regras básicas do método:

- Regra da evidência.
- Regra da análise.
- Regra da síntese.
- Regra da enumeração.
FORMAS DO ARGUMENTO DEDUTIVO.
Modus pones:
Se p, então q.
Ora, p.
Então, q.
Modus tollens:
Se p, então q.
Ora, não-q.
Então, não-p.

MÉTODO HIPOTÉTICO-DEDUTIVO



MÉTODO HIPOTÉTICO-DEDUTIVO
Sir Karl Raymund Popper, formulador do método hipotético-dedutivo.
Consiste na construção de conjecturas, que devem ser submetidas a testes, os mais diversos possíveis, à crítica intersubjetiva, ao controle mútuo pela discussão crítica, à publicidade crítica e ao confronto com os fatos, para ver quais as hipóteses que sobrevivem como mais aptas na luta pela vida, resistindo, portanto, às tentativas de refutação e falseamento.
ESQUEMA DO MÉTODO HIPOTÉTICO DEDUTIVO.
P1 ----------- TT ------------ EE ------------P2

P1 - Solução provisória.
TT - Teoria tentativa.
EE - Eliminação do erro.
P2 - Novos problemas.

MÉTODO DIALÉTICO


MÉTODO DIALÉTICO
No universo nada está isolado, tudo é movimento e mudança, tudo depende de tudo.
-HEGEL, dialética idealista.
- MARX e ENGELS, dialética marxista.

Leis da dialética.
- Ação recíproca.
- Mudança dialética.
- Mudança qualitativa.
- Contradição.

Exemplo de uso da tríade dialética.
TESE - LATIFÚNDIO
ANTÍTESE - TRABALHADORES SEM TERRA
SÍNTESE - REFORMA AGRÁRIA

Tuesday, March 14, 2006

O Conhecimento


O Conhecimento

O Conhecimento está em todos os saberes humanos, atingindo de níveis científicos até níveis empíricos. Existem 4 tipos de Conhecimento (Conhecimento Popular, Conhecimento Filosófico, Conhecimento Religioso e Conhecimento Científico). Cada um tem seus aspectos, soluções e diferem metodologicamente.

Conhecimento Popular


Conhecimento Popular

É o saber adquirido através da vivência, da relação diária com o objetivo ou a situação. Este Conhecimento não é conquistado através de estudo ou pesquisa, e sim de forma empírica.
As características do Conhecimento Popular são:

- Superficial: Adquirido através de um primeiro contato, apenas pela aparência.
- Sensitivo: Adquirido através de emoções, sensações, vivências.
- Subjetivo: Pois há uma certa organização nos conhecimentos adquiridos vivencialmente.
- Assistemático: Pois não há a intenção de uma sistematização das idéias ou validá-las cientificamente.
- Acrítico: Não há uma racionalização indagatória, crítica.

Conhecimento Filosófico


Conhecimento Filosófico

O Conhecimento Filosófico procura de forma racional indagar os problemas humanos, não praticando experimentações, apenas pensamentos em busca da realidade.
As características do Conhecimento Filosófico são:
- Valorativo: Pois nasce em hipóteses que não podem ser submetidas à observação.
- Não Verificável: Pois não podem ser confirmados nem refutados.
- Racional: Pois consiste num sistema de enunciados logicamente correlacionados.
- Sistemático: Pois suas hipóteses e enunciados visam a uma representação coerente da realidade estudada, numa tentativa de apreendê-la em sua totalidade.
- Infalível e Exato: Já que, quer na procura da realidade capaz de abranger todas as outras, quer na definição do instrumento capaz de apreender a realidade, seus postulados, assim como suas hipóteses, não são submetidas ao decisivo teste da observação.

Conhecimento Religioso


Conhecimento Religioso

O Conhecimento Religioso é formado de proposições doutrinais reveladas de uma forma divina.
As características do Conhecimento Religioso são:
- Valorativo: Pois consiste em proposições e crenças definidas por diferentes doutrinas religiosas.
- Inspiracional: Pois suas verdades foram reveladas pelo sobrenatural.
- Infalível e Exato: Pois não existe modo de provar e desta forma se torna inviável o questionamento em base real.
- Sistemático: Baseado em afirmações sobre (origem, significado, finalidade e destino) como obra de um criador divino.
- Não Verificável: Pois não se tem provas.

Conhecimento Científico


Conhecimento Científico

O Conhecimento Científico age de forma factual, pois procura racionalizar, estudar e experimentar para se chegar a um resultado real.
As características do Conhecimento Científico são:
- Contingente: Pois suas proposições ou hipóteses têm sua veracidade ou falsidade conhecidas por meio da experimentação e não apenas pela razão, como ocorre no Conhecimento Filosófico.
- Sistemático: Pois se trata de um saber ordenado logicamente, formando um sistema de idéias (teoria) e não conhecimentos dispersos e desconexos.
- Verificabilidade: Pois as afirmações (hipóteses) que não podem ser comprovadas não pertencem ao âmbito da ciência.
- Falível: Pois não é definitivo, absoluto ou final.Aproximadamente exato: pois novas proposições e o desenvolvimento de técnicas podem reformular o acervo de teoria existente.